terça-feira, 13 de junho de 2017

JESUS PASSOU EM JERICÓ. O QUE É, E O QUE HOUVE EM JERICÓ:

O nome Jericó significa “perfumado” e deriva da palavra “cananeia”, que tem o mesmo significado; é uma antiga cidade bíblica situada na Palestina, às margens do rio Jordão. Acredita-se que Jericó seja uma das mais antigas cidades continuamente habitadas do mundo, e uma importante fonte de informações sobre as antigas habitações humanas no Oriente. Jericó é mencionada mais de 70 vezes na Bíblia Hebraica, antes da morte de Moisés, Deus mostrou-lhe a Terra Prometida no quinto livro da Torá, e Jericó era um ponto de referência: Jericó é descrita no Velho Testamento como a "Cidade das Palmeiras", e era um lugar atrativo para a habitação humana. “Na tradição judaico-cristã ela é conhecida como o lugar do retorno dos israelitas da escravidão no Egito, liderados por Josué, o sucessor de Moisés”. Jericó também é mencionada várias vezes no Novo Testamento, nos livros de Mateus, Marcos, Lucas e Hebreus.
O que aconteceu em Jericó de tão importante? Jesus chegou e logo dois milagres acontecem em dois homens diferentes:
1-      ZAQUEU: Possuía muitas riquezas materiais, Cego espiritual; Curioso, pois lhe satisfazia conhecer quem era Jesus; Teve a intenção de subir em uma figueira pois era baixinho.
2-      BARTIMEU: Pobre, pois possuía apenas uma Capa suja, e a beira da estrada; era cego fisicamente falando, mas conhecia Jesus como “Filho de Davi”; Sabia que Jesus podia restituir sua visão; Pedia esmola.
Veja as duas histórias de Salvação:
(Lucas 19: 1- 10). “Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade”. Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico (provavelmente através do desvio de dinheiro público), não era nada popular, procurava ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, por ser ele de pequena estatura. Então, correndo adiante, subiu a um sicômoro a fim de vê-lo, porque por ali havia de passar. Quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, pois me convém ficar hoje em tua casa. Ele desceu a toda a pressa e o recebeu com alegria. Todos os que viram isto murmuravam, dizendo que ele se hospedara com homem pecador. Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais. Então, Jesus lhe disse: Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido. (Lucas 19:9-10).  Este foi o milagre da salvação na entrada de Jesus em Jericó.
(Marcos 10:46 – 52). E foram para Jericó. “Quando ele saía de Jericó”, juntamente com os discípulos e numerosa multidão, Bartimeu, cego mendigo, filho de Timeu, estava assentado à beira do caminho e, ouvindo que era Jesus, o Nazareno, pôs-se a clamar: Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim! E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele cada vez gritava mais: Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Parou Jesus e disse: Chamai-o. Chamaram, então, o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, ele te chama. Lançando de si a capa, (é preciso se desfazer de qualquer coisa que possa nos impedir de chegar até Jesus), e, neste ponto, o cego de Jericó nos deixou uma bela lição levantou-se de um salto e foi ter com Jesus. Perguntou-lhe Jesus: Que queres que eu te faça? Respondeu o cego: Mestre, que eu torne a ver. Então, Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E imediatamente tornou a ver e seguia a Jesus estrada fora.
Conclusão: Tanto Zaqueu como Bartimeu aproveitaram as suas oportunidades. E Você? Já aproveitou sua Oportunidade? Quantas vezes Jesus já passou perto de você e você o deixou passar?
Ele está passando agora através de sua Palavra. (Hebreus 3:7-9) ... Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações, Como na provocação, no dia da tentação no deserto. Onde vossos pais me tentaram, me provaram, E viram por quarenta anos as minhas obras.
  


Pastor JOÃO MARCOS FERREIRA. 13/06/2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário