quinta-feira, 1 de outubro de 2015

ADULTERAR A PALAVRA DE DEUS, TRAZ CONDENAÇÃO.

Torcer os textos Sagradas é trazer maldição e condenação para si mesmo!

Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro. (Apocalipse 22:18,19) - ACF.

O Salmista escreveu: (Salmos 33:3-5)... Entoai-lhe um cântico novo, tocai com arte e júbilo na ovação. Porque a Palavra do SENHOR é verdadeira; Ele é fiel em tudo o que realiza. Ele ama a justiça e o direito; a terra está repleta da bondade do SENHOR. Paulo escreveu: (2 Timóteo 3:16,17)... Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Quando você lê (João 17: 1 a 17), observa a “Oração de Jesus”. Jesus orou assim: (V.1)... Tendo Jesus falado estas coisas, levantou os olhos ao céu e disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que o Filho te glorifique a ti,...  (V.14), Jesus diz: Eu lhes tenho dado a tua palavra; é a Palavra de Deus. Então é uma dádiva de Deus a Palavra. Jesus está dizendo que a Bíblia é presente do Pai para a igreja: Eu lhes transmiti a tua palavra. (V. 17)... Pai! Santifica-os pela tua verdade; a tua Palavra é a verdade. Você nota que a Palavra é presente do Pai para a igreja.

Estamos vivendo hoje dias em que as pessoas procuram na Bíblia, palavras que até justifiquem suas crenças, hábitos, erros e desvios, acomodação de suas pretensões de sucesso e até sexuais. Alguns teólogos modernos afirmam que a Bíblia contém a verdade, mas é preciso saber que Ela não apenas contém, ela é a Palavra de Deus. Outros teólogos alegam que a Bíblia é a Palavra de Deus, quando ela fala ao seu coração, e, ela interage com você. Nada disso é verdade. “A Bíblia é a Palavra de Deus em essência”, e “A Palavra de Deus é a verdade”, A Palavra do Deus eterno é toda poderosa, infalível, suficiente, inerrante. Você não poderá caminhar em santidade a menos que estude essa Palavra, a menos que medite nessa Palavra, obedeça a essa Palavra e fale dessa Palavra.

Tenho várias Bíblias utilizadas para “Estudo da Palavra de Deus”, e encontro em algumas delas frases e pensamentos que romanceiam e até usam estilos que diferem da Bíblia na sua tradução no original. Cada estudioso ou outros pretensiosos editam na forma da melhor conveniência com suas práticas e costumes. Lamentamos que já estejam editando até uma bíblia intitulada “graça sobre graça”, ou bíblia gay, cuja finalidade é exclusivamente justificar práticas homossexuais, desvirtuando, ou seja: “retirando textos tanto da lei no velho testamento como no novo testamento”. (Lev. 18:22)... Não te deitarás com um homem como se deita com uma mulher. Isso é abominável! (Gen. 2-18)... E Disse o senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele. (Lev. 20:13)... "Se um homem se deitar com outro homem como quem se deita com uma mulher, ambos praticaram um ato repugnante. Terão que ser executados, pois merecem a mor­te”. (Rom. 1: 21-31)... Porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos, e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis. Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém. Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão. Além do mais, visto que desprezou o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam. Tornaram-se cheios de toda sorte de injustiça, maldade, ganância e depravação. Estão cheios de inveja, homicídio, rivalidades, engano e malícia. São bisbilhoteiros, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes e presunçosos; inventam maneiras de praticar o mal; desobedecem a seus pais; são insensatos, desleais, sem amor pela família, implacáveis. (Deut. 23: 17)... Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel. (I Cor. 6: 9 -10)... Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.

A realidade é que a Bíblia está cheia de passagens que condenam tal prática, e isso incomoda aos adeptos da livre sexualidade e assim querem ter uma bíblia que satisfaça suas aspirações pecaminosas. Esquece-se que a existe condenação para os que quiserem adulterar a Palavra de Deus: (Apocalipse 22:16-19)... Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã. E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida. Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.

Veja ainda a recomendação do Ap. Pedro: (II Pedro 3:15-18)... E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição. Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza; Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Mas isso sempre aconteceu! O pai da mentira, o diabo no princípio, torceu as Palavras do Criador, levando Adão e Eva ao erro. Na tentação de Jesus distorceu o (salmo 91), para tentar a Deus (Mat. 4.6). Logo aqueles que dão crédito a mentira e a transformam em verdade para si, para adequar a suas cobiças, simplesmente estão seguindo o seu próprio pai. Não há como fugir desta verdade: o diabo fará uso de todas as formas de engano da injustiça para os que estão perecendo, porquanto rejeitaram o amor à verdade que os poderia salvar. “Por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira, e sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça”.  (2 Tess 2:10-12 NVI).

A religiosidade herética cega o homem ao ponto de afirmar algo que não se conhece (Mat. 22.29). O Pastor Paulo Romeiro sempre diz: “Quando a sua doutrina não concorda com a Bíblia, você tem duas opções: ou muda a Bíblia para concordar com a sua doutrina ou muda sua doutrina para concordar com a Bíblia”. Muitos mudam a Bíblia para concordar a sua doutrina, quer por interpretação ou por tradução. Texto fora do contexto vira pretexto para uma heresia!

Um ministro de Deus, despenseiro da sua graça em Cristo, prega a Palavra com sinceridade, e, ainda que a Bíblia vá de encontro às suas convicções o pregador, por conhecer seu estado pecaminoso, sabe que Deus é verdadeiro, e diante dos acontecimentos, todo homem é mentiroso (2 Co 2.17). Ele recomenda a consciência por temor a Deus, e jamais adulterará as Escrituras por saber que “Deus julgará o seu povo, e horrenda coisa é cair nas mãos do Deus Vivo” (2 Co 4.2).

Jesus disse aquele que O ama, também O obedece. Somente os puros de coração verão a Deus, e a santificação vem pela meditação nas suas Palavras. Mas a pecaminosidade vem em negligenciar os seus mandamentos, o que demonstra que tal pessoa não o pertence: “Todo aquele que não permanece no ensino de Cristo, mas vai além dele, não tem Deus; quem permanece no ensino tem o Pai e também o Filho” (2 Jo 9 NVI). Lutero certa vez disse: “Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias”.

Paulo diz no imperativo “Não se deixem enganar” (1 Co 6.9-10) para alertar aqueles  irmãos que estavam tentados a voltar as suas antigas práticas, pois pessoas que permanecem neste estilo de vida (imorais, idólatras, adúlteros, homossexuais passivos ou ativos, ladrões, avarentos, alcoólatras, caluniadores) não herdarão o Reino dos céus. O engano e a distorção dos textos são corriqueiros para estes. Em uma tentativa de dar conforto a sua consciência eles alimentam suas cobiças por amarem mais as trevas do que a luz. Transformaram liberdade em libertinagem (Jud. 4). Acerca da pecaminosidade do homem quando o mesmo faz contrário para o que foi projetado, Agostinho diz: “Acaso foi alguma vez ou em alguma parte, injusto amar a Deus de todo coração, com toda a alma e com toda a mente, a amar ao próximo como a nós mesmos? Por isso, todos os pecados contra a natureza, como o foram os dos sodomitas, hão de ser detestados e castigados sempre e em toda parte, pois, mesmo que todos os cometessem, não seriam menos réus de crime diante da lei divina, que não fez os homens para usar tão torpemente de si, pois se viola a união que devemos manter com Deus quando a natureza, da qual é autor, se mancha com a perversidade da libido”.

Mas nada disso que escrevi, escrevi ou falei de mim mesmo e não pode ser considerado como surpresa para quem conhece as Escrituras, pois está Escrito na Palavra de Deus. Leia: (Judas 1: 18,19 – ACF)... Os quais vos diziam que nos últimos tempos haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências. Estes são os que a si mesmos se separam, sensuais, que não têm o Espírito.

Fica o alerta de Deus, na revelação de João quanto aos adúlteros das Escrituras: “Declaro a todos os que ouvem as palavras da profecia deste livro: se alguém lhe acrescentar algo, Deus lhe acrescentará as pragas descritas neste livro. Se alguém tirar alguma palavra deste livro de profecia, Deus tirará dele a sua parte na árvore da vida e na cidade santa, que são descritas neste livro” (Apoc. 22: 18-19 NVI).

(Prov. 30: 5,6)... Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso.

Finalizo com a recomendação de Paulo aos Gálatas: (Gál. 6:5-9)... Porque cada qual levará a sua própria carga. E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui. Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.

OBS.: Nada desse estudo é fruto de minha mente... “TUDO ESTÁ ESCRITO”.
  


Pastor João Marcos Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário